PARQUE EDUCACIONAL DE PASSOS

Ano: 2015

Local: Passos, MG

​Área: 8.700m²

Projeto Paisagístico: 

Marieta Cardoso Maciel;

Mirelli Borges Medeiros.

Projeto Arquitetônico:

Gustavo Penna Arquiteto & Associados

Equipe: 

Priscila Martins Silva

Mostrar Mais

O Município de Passos, na região sul de Minas Gerais, é rico em recursos hídricos, estando situado na bacia de Rio Grande, Rio São João, Ribeirão Conquista e Ribeirão Bocaina, maior manancial de abastecimento de água à população de Passos.
 

A vegetação existente no local é composta basicamente por árvores de pequeno, médio e grande porte, localizadas principalmente nos limites externos do terreno. O estado de conservação desses espécimes é variável: ao mesmo tempo em que existem alguns cuja sugestão é a substituição, há outros que devem ser preferencialmente preservadas.

O Parque Municipal Educacional de Passos irá substituir o Estádio Starling Soares e a Praça de Esportes Barú de Pádua, no bairro Belo Horizonte. O projeto é do escritório Gustavo Penna Arquitetos Associados (GPAA).

 

O projeto paisagístico pode ser dividido em duas partes principais: a composição dos passeios e a dos canteiros internos do complexo.

A arborização dos passeios e pista de caminhada do novo Parque Municipal Educacional de Passos buscam trazer ao espaço uma maior qualidade ambiental, promovendo pelo entorno do complexo percursos que alternam-se entre o sombreados e a sol pleno.Houve também uma busca pela preservação dos espécimes existentes sempre que possível, tentando evitar ao máximo a sua supressão – esta apenas ocorreu em casos de incompatibilidade com o projeto arquitetônico, ou em casos em que não foi constatado um bom estado de conservação do espécime em questão.

 

 

 

As novas árvores a serem plantadas foram escolhidas de modo que elas complementassem a paisagem junto aos espécimes preservados. Logo, foram selecionadas para o projeto espécies que já existiam no local, bem como outras que compunham com estas uma continuidade visual e estética, levando em conta aspectos como porte médio e cor da floração.

Além da arborização do passeio, no projeto paisagístico foram propostos mais outros 12 canteiros ao longo de todo o parque.Mais uma vez foram selecionadas para o plantio espécies de árvores que entrassem em concordância com os espécimes preservados pré-existentes.Abaixo do nível das árvores, cobrindo o substrato dos canteiros, foram escolhidas as seguintes forrações/arbustos:

CONTATO

Tel: (31) 3234 0836

       (31) 99916 4933

e-mail: contato@polisarquitetura.com.br

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Pinterest Icon

©2016 por Pólis.